Criador curriculo online

Hobbies e interesses pessoais em um currículo

Incluir hobbies e interesses pessoais em um currículo é uma dúvida cruel, saiba quando você deve fazê-lo para ter mais chances na sua candidatura


Não precisamos dizer o quão confuso, irritante e algumas vezes chato é escrever um currículo, temos certeza de que todos sabem exatamente como é complicada essa tarefa. E muitas vezes são as seções mais simples que tornam todo o processo tão difícil: Devo incluir mais de um telefone ou e-mail de contato? Como devo organizar minha seção de experiências? Devo incluir meus hobbies e interesses?

Em relação a este último assunto, você não precisa necessariamente descrever os seus hobbies e interesses pessoais em seu currículo, mas, dependendo do que você incluir, isso pode sim ajudar a reforçar a sua candidatura.

Apesar de que para algumas pessoas possa parecer simples listar sua seção de educação ou histórico de trabalho, tentar colocar seus passatempos no papel pode ser um desafio muito maior.

Neste artigo veremos quando vale a pena inserir essa seção no CV e ainda daremos exemplos de hobbies e interesses a serem colocados em um currículo, ensinando tudo o que o leitor precisa saber para se destacar ainda mais entre os demais candidatos.

 

Prós e Contras de adicionar os interesses pessoais em um currículo

Há sempre muitos conselhos conflitantes de especialistas em carreira sobre o que incluir nos currículos. Uma das áreas que mais tem conflitos de opinião é se você deve mencionar seus interesses pessoais e hobbies em seu currículo e se eles podem realmente fazer a diferença no processo de seleção.

Alguns empregadores não estão interessados ​​em seus passatempos fora do trabalho. No entanto, outros consideram que os interesses adicionais são um elemento essencial para determinar se você é um indivíduo completo e, portanto, adequado para sua organização.

Incluir ou não uma seção de Hobbies e Interesses Pessoais no currículo sempre acaba dividindo opiniões, os conselhos de recrutadores e profissionais de RH podem variar, portanto veja abaixo alguns prós e contras de incluir suas experiências pessoais no documento.

Vantagens

  • O entrevistador poderia compartilhar um interesse semelhante ao seu, o que pode ser um bom tópico de conversa para uma entrevista.
  • A inclusão de esportes coletivos, ou atividades em grupo mostra que você é capaz de trabalhar como membro da equipe em busca de um objetivo comum. Essa é uma qualidade desejável na maioria dos setores.


Desvantagens

  • Seus interesses podem não ter nada a ver com um trabalho e ocupam um espaço valioso em um currículo.
  • Se os hobbies e interesses são genéricos, como ler, caminhar, viajar, etc., pode ser visto apenas como um preenchimento de espaço.


Portanto, antes de incluir a seção, lembre-se que seu documento deve ser sucinto e direto e que se as informações forem auxiliar na candidatura, essa estratégia é bem interessante, do contrário, é melhor o candidato focar em outros dados mais valiosos.

Eu deveria incluir em meu currículo meus Hobbies e Interesses Pessoais?

Vamos lá, sempre atentamos nossos leitores em relação à qualidade sobre quantidade, esse fator é fundamental em um currículo, principalmente quando se considera ter uma seção dedicada aos hobbies e interesses pessoais.

Os hobbies são atividades ou passatempos que são realizados regularmente em seu tempo livre – geralmente por diversão, mas também pode ser uma ótima maneira de complementar sua renda simultaneamente. Eles podem incluir desde esportes, música e dança até arte, blogs ou leitura.

Incluí-los em seu documento ao criar currículo pode ser um diferencial interessante ao candidato, no entanto o problema com hobbies é que eles são subjetivos.

Alguns recrutadores são defensores absolutos que eles são parte integrante da aplicação completa. Por outro lado, alguns só podem considerá-los importantes se eles forem relevantes para a função e, crucialmente, se você preencher todos os outros requisitos que a vaga necessita.

Mas como dissemos, muitos empregadores estão agora examinando currículos para mais interesses inusitados como prova de criatividade, personalidade e entusiasmo.

Uma lista intrigante de atividades de tempo livre também pode compensar a falta de experiência relacionada ao trabalho, falhas em seu conhecimento ou mesmo a falta de qualificações. Fator interessante para quem ainda não tem experiência no mercado profissional.

Por isso, analise o seu perfil, o perfil da vaga e também da empresa para que está se candidatando, o currículo sempre deve ser adaptável e mudar de acordo com o cargo em que você se aplica. Se julgar válido adicionar seus Hobbies e Interesses Pessoais no documento, continue a ler o artigo que daremos dicas preciosas de como fazer isso com maestria.

Como escrever uma seção de interesse pessoal em um currículo

Em última análise, os hobbies demonstram a um empregador que você é um indivíduo entusiasta e envolvido. O CV é o seu pé na porta de um emprego e, embora você possa ser bem qualificado, se seus hobbies e interesses não têm substância, então por que um empregador o convidaria para uma entrevista?

É importante ter interesses que promovam ativamente você e melhor reflitam seu conjunto de habilidades, mas não faça isso apenas para ocupar espaço no documento e se optar por incluir uma seção dessas no currículo, faça da forma correta.

Uma das forma de acrescentar informações relacionada aos seus passatempos é incluí-las em uma seção específica, que pode ser intitulada como “Interesses Pessoais” ou “Hobbies e Interesses”
Assim como nas outras seções, descreva sucintamente sobre o que você gosta de fazer, mas com um tom profissional e direto.

Usar marcadores é uma boa dica, mas estes não devem ser usados ​​como uma forma de listar todas as suas atividades individualmente com zero contexto. Os currículos mais eficazes têm seus hobbies fazendo backup de tudo o que o recrutador leu até agora. Exemplos:

“Dou aulas de balé três vezes por semana para crianças.”
“Responsável por organizar uma série de torneios regionais de futebol, incluindo o gerenciamento de todas as reservas, locais e participantes.”
“Gosto de jogar xadrez e fundei um clube que possui vário integrantes em minha comunidade.”

Mas lembre-se. Seu currículo precisa ser curto e relevante, assim como sua lista de hobbies.

Uma boa regra é garantir que seu currículo não exceda duas páginas. Para mantê-lo breve, inclua apenas dois ou três passatempos relevantes, mas se você precisa fazer cortes, sua lista de hobbies e interesses deve ser a primeira coisa a ser retirada.

Adicionar uma lista de interesses e hobbies na parte inferior da página é uma ótima maneira de encerrar seu currículo. E isso pode ajudá-lo a impressionar o recrutador.

Conselhos para colocar seus hobbies

Aqui vão alguns conselhos para lembrar da próxima vez que você atualizar seu currículo:

  • Escolha passatempos genuínos que demonstrem um elemento de sua personalidade e suas habilidades e como eles irão beneficiar os negócios.
  • Você pode vincular seus interesses a quaisquer conquistas, desta forma, você pode destacar ainda mais sua paixão, compromisso e determinação para ter sucesso. Pense em como você pode usar seu progresso para destacar sua motivação e ambição.
  • Torne seus hobbies atraentes e interessantes para os empregadores. Você não quer dar toda a história, mas capturar o interesse deles e torná-los curiosos para saber mais sobre você.
  • Seja honesto. Fique longe de usar exemplos de hobbies para um formato de currículo que não seja fiel a você, eles podem voltar para te assombrar.
  • Mantenha o seu nível de esquisitice baixo. Uma coisa é ser único, mas tenha cuidado para não cruzar a linha. Não há problema em ser voluntário em um abrigo de animais, mas todos nós sabemos o que o acúmulo de gatos implica.
  • Sempre evite política, religião ou sexo. Esta é uma maneira fácil de alienar alguém cujas visões são diferentes das suas.

Exemplos de hobbies e interesses a serem colocados em um currículo

Se você está preso nas ideias e precisa de inspiração, não entre em pânico. Juntamos uma lista de exemplos de hobbies e interesses para currículo que podem te ajudar a começar:

  • Atuação – Demonstra excelentes habilidades de comunicação.
  • Animais de estimação – Demonstra que você é habilidoso e cuidadoso.
  • Esportes coletivos – Você está comprometido e é capaz de realizar várias tarefas ao mesmo tempo, atua bem em grupo.
  • Gosta de blogs e redes sociais – Você tem excelentes habilidades de planejamento e comunicação, além de mídias sociais.
  • Jogos de tabuleiro – Candidato estratégico e solucionador de problemas.
  • Esportes individuais – Candidato focado e autodisciplinado.
  • Artesanato – Mostra criatividade, inteligência e talento. Se você vende os seus artesanatos, isso mostra que você é um especialista em negócios.
  • Escrita criativa – você é imaginativo. Use isso para posições editoriais ou funções de mídia social.
  • Desenho – Você é bom em discernir padrões e tem estilo próprio.
  • Pesca – Você é paciente e focado.
  • Investir – Você tem fortes habilidades de planejamento e corre riscos.
  • Paisagismo – Você é detalhista e um excelente planejador.
  • Idiomas – Você gosta de diversidade e tem um grande interesse pela cultura.
  • Corrida de maratona – Você está determinado e gosta de enfrentar grandes desafios. Também mostra tenacidade e dedicação.
  • Meditação e Ioga – Você é calmo e colecionado e tem autodisciplina.
  • Pintura – Você tem uma mente criativa. Isso torna você mais atraente para os empregadores em setores como marketing e publicidade.
  • Voluntariado e mentoring – Atividades sociais em um currículo são ótimas, você trabalha bem com outras pessoas e é altruísta.


Se seus hobbies e interesses são usados ​​para complementar sua renda, eles podem ser uma ótima maneira de demonstrar habilidades que podem não estar cobertas na sua seção de experiência de trabalho.

Mas sempre resista à tentação de embelezar seu currículo pronto. Se você escolher um passatempo particularmente peculiar em um esforço só para impressionar, é possível que o assunto surja durante sua entrevista. Uma seção ausente é sempre mais fácil de lidar do que um silêncio constrangedor