Criador curriculo online

Habilidades e competencias em um curriculo

Dicas essenciais para quem deseja destacar as habilidades e competências em um currículo

Qual é a melhor maneira de escrever uma seção de habilidades para o seu currículo e destacar suas qualificações para o trabalho?

Quais são as melhores habilidades para incluir em seu currículo? Qual é o conjunto de competências ideal que ajudará você a ser contratado por uma empresa? Você sabe a diferença entre hard skills e soft skills?

Tais questionamentos surgem na cabeça dos candidatos todos os dias, principalmente no momento de adequar o CV para uma possível vaga no mercado profissional.

Este artigo mostrará ao candidato tudo que ele precisa saber para poder compartilhar sua capacidade, talento, conhecimentos e realizações com os potenciais empregadores.

Aprenda a fornecer um histórico de sua experiência no seu currículo de forma perfeita para destacar seus pontos fortes e habilidades mais relevantes.

 

Habilidades técnicas versus habilidades comportamentais

Dois termos cada vez mais usados pelos recrutadores se referem as Hard Skills e as Soft Skills, mas será que todos os candidatos estão familiarizados com esses conceitos?

A globalização incorpora culturas, metodologias e formas de pensar, inclusive, os departamentos de recursos humanos de diversas multinacionais estão usando estes termos cada vez mais, inclusive em etapas presenciais onde as entrevistas acontecem em inglês.

Sendo assim, é fundamental que o candidato esteja atualizado sobre o significado de cada expressão.
Quando você está adicionando habilidades e competências ao seu currículo ou revisando as aptidões necessárias para um trabalho no qual está interessado, existem dois tipos de atributos que são relevantes.

Hard Skills podem ser traduzidas como habilidades técnicas, ou seja, são as qualificações necessárias para fazer o trabalho. Por exemplo, habilidades com computadores, sistemas específicos, domínios sobre diferentes idiomas, habilidades administrativas, organizacionais, capacidade de operar máquinas, conhecimentos sobre normas de segurança de trabalho, controle de qualidade, atendimento ao cliente ou qualquer outro tipo de competência que exija alguma técnica ou metodologia aplicada para ser executada determinada tarefa.

Este conjunto de habilidades técnicas geralmente são fáceis de quantificar. Normalmente, as pessoas aprendem essas faculdades em sala de aula, instituições de ensino, através de livros, professores ou outros materiais de treinamento ou até mesmo no trabalho.

As chamadas Soft Skills ou habilidades comportamentais são as habilidades que se aplicam a todos os trabalhos. Outros termos utilizados para expressá-las são People Skills ou Interpersonal Skills. Como os nomes mesmo já sugerem, são as suas habilidades pessoais, interpessoais, de comunicação e outras qualidades que lhe permitem interagir em meio social e ter sucesso no local de trabalho.competencias curriculo

As Soft Skills, por outro lado, são habilidades subjetivas, elas são muito mais difíceis de quantificar do que as Hard Skills, pois se associam diretamente com a forma como você se relaciona e interage com outras pessoas em um ambiente profissional.

Alguns exemplos são habilidades de comunicação, liderança, poder de persuasão, habilidades motivacionais, paciência, flexibilidade, tomada de decisões, competências para solucionar problemas, relacionamento interpessoal, ética e outras.

Habilidades técnicas são frequentemente listadas na sua carta de apresentação e no seu currículo pronto, elas são fáceis de serem reconhecidas por um empregador ou recrutador, aliás, não tenha dúvidas de que durante as entrevistas ou até mesmo após a contratação, tais competências serão testadas.

Porém, enquanto certas habilidades são necessárias para qualquer posição de trabalho, os empregadores procuram cada vez mais candidatos com habilidades pessoais específicas.
O principal motivo é que embora seja fácil para um empregador treinar um novo funcionário em uma habilidade específica (por exemplo, como usar um determinado programa de computador), é muito mais difícil treinar um funcionário em uma habilidade comportamental, por exemplo como lidar com o restante do time ou ter paciência.

Todo mundo já deve ter tido algum exemplo real de como é complicado trabalhar com uma pessoa que não apresenta um comportamento ético ou que não mantém um bom relacionamento interpessoal com o restante do time, o profissional pode ser muito habilidoso em determinadas tarefas técnicas, mas acaba frustrado por fazer tudo tudo sozinho e influenciando negativamente no ambiente profissional.

Outro exemplo são professores muito inteligentes mas que não possuem didática para transmitir o conhecimento adequadamente aos alunos, apesar de saberem muito sobre determinado assunto, sem certas habilidades comportamentais, o simples saber não os torna bons profissionais no sistema de ensino.

Caracteristicas pessoais se tornam profissionais

Do ponto de vista pessoal, as habilidades são as capacidades de um indivíduo adquiridas através de experiências pessoais, treinamento e desenvolvimento para realizar tarefas ou resolver problemas com eficiência. Tais competências são desenvolvidas a partir de bons hábitos ao longo do tempo em um processo contínuo.

Se utilizadas pessoalmente para a melhoria da vida diária ou profissionalmente para fornecer crescimento de carreira ou ganhos financeiros, as habilidades devem ser desenvolvidas de forma satisfatória, uma vez que fornecem força e experiência para uma pessoa.

Ambas as facetas da vida de um indivíduo podem ser reforçadas pelo reconhecimento de habilidades apropriadas primeiro em um nível pessoal, em seguida, estimulando-as a serem traduzidas para habilidades profissionais. Através destes, surgem habilidades de gestão em que as capacidades de uma pessoa são aplicadas para o benefício de sua profissão ou papel particular. Essas habilidades são necessárias para o indivíduo controlar e governar sua área de concentração no caminho certo ou em qualquer campo de atuação em que esteja envolvido.

As habilidades pessoais são aprimoradas com o tempo, começando significativamente a partir do momento em que o indivíduo adquire os fundamentos da aprendizagem. Embora estas possam ser desenvolvidas inconscientemente desde o nascimento, habilidades pessoais estão sujeitas à mudanças e até que ponto ela pode ser desenvolvida depende da motivação e objetivos profissionais de cada um.

Também é pertinente fazer bom uso das oportunidades, pois elas servem como um meio de recursos para o desenvolvimento pessoal e profissional de cada indivíduo.

As habilidades pessoais são aquelas que qualificam você exclusivamente para um determinado emprego, o conjunto dessas competências é composto de uma variedade de características únicas adquiridas por meio da educação e outros empregos, por exemplo.

Não é obrigatório enfatizá-las em seu currículo profissional, no entanto, estas podem estar implícitas nos exemplos de experiências de trabalhos anteriores, mostrando aos empregadores que você as possui e faz um bom uso das aptidões para otimizar o ambiente laboral.
Alguns exemplos são:

    • Gerenciamento de tempo

Se o tempo é utilizado de forma eficiente, isso resulta em produtividade em vários níveis e resultados favoráveis ​​em diferentes graus, o gerenciamento de tempo é o fator mais crítico para alcançar certos objetivos.

O candidato ideal é aquele que estabelece prioridades primeiro, em seguida, identifica quais são os melhores meios de realizá-las. Um cronograma mal planejado ou não ter um é contingente para o fracasso.

    • Seja uma pessoa multitarefa

As empresas estão assíduas por indivíduos que têm a capacidade de lidar com vários papéis ao mesmo tempo, infelizmente a demanda de trabalho é tão alta que é necessário ser ágil.
Claro que você não deve falar ao telefone, atender um cliente, escrever um e-mail e participar de uma reunião tudo ao mesmo tempo, mas principalmente planejar e se organizar, sabendo delegar algumas funções para conseguir manter tudo sob controle.

    • Seja um bom tomador de decisões

Uma boa tomada de decisões é proporcional às consequências favoráveis que ela acarreta, caso contrário, isso resulta exatamente no oposto. Pense no problema e nos impactos que este traz, considere também o apoio e conselhos de outras pessoas, analise cenários idênticos no passado e julgue o que é melhor. Não tenha receio de dividir essa carga com seus superiores, isso também é crucial para saber trabalhar em equipe.

    • Saiba se comunicar

Uma das maiores barreiras para alcançar o sucesso pode ser a ausência de amplas habilidades de comunicação. Existem várias maneiras que cada indivíduo se comunica e cada situação requer uma maneira dinâmica de adaptação. A comunicação eficaz transmite mensagens precisas e convincentes.

São diversas habilidades pessoais que dentro de um ambiente de trabalho se tornam habilidades profissionais. A abordagem e o uso desses atributos pode ser realizado de forma diferente de como você faz em sua própria casa ou com amigos, por exemplo, mas mesmo assim, tais competências são aplicáveis no dia a dia de todos os indivíduos e podem servir de ferramentas eficazes para torná-lo um profissional cada vez melhor.

Conselhos para colocar habilidades no seu currículo

A seção de habilidade e competências do seu currículo inclui suas habilidades relacionadas aos trabalhos para os quais você está se candidatando.

Um dos objetivos do currículo é demonstrar todas as suas habilidades. Nesta seção, você deve listar as habilidades que são relevantes para o cargo ou área de carreira em que você está interessado, como habilidades com computadores, comunicação, organizacionais, competências linguísticas.

Idealmente, você poderá vincular suas principais aptidões à experiência no local de trabalho, mas, se isso não for possível, tente citar as maneiras pelas quais você as usou fora de situações de emprego.
Um modelo de currículo impecável seria aquele que lista a maioria das habilidades que estão no anúncio de emprego. Se você não tem essas competências, então o trabalho pode não ser um bom ajuste para você.

Sempre sugerimos aos nossos leitores que analisem bem a descrição das vagas, apesar da alta concorrência e da dificuldade em conseguir um emprego hoje em dia, o ideal é que as pessoas sintam-se bem em seus cargos e que conquistem a posição desejada a partir de méritos próprios, vinculados especialmente com as habilidades que lhes competem. Por isso, não se desespere, candidate-se aos postos que você realmente acredita poder exercer de acordo com as suas qualificações, dessa forma todos ganham, os contratantes, a empresa e principalmente você.

Portanto, a dica principal é que o candidato sempre esteja atento à descrição da vaga, se houver identificação com o que os pré requisitos que a vaga requer, adapte o seu perfil profissional usando as palavras chaves usadas pelos recrutadores para expressar as competências necessárias à posição.

Por exemplo, um anúncio de emprego pode descrever habilidades como esta:

“Estamos à procura de um autodidata consciencioso, proficiente em Microsoft Office e no Adobe Photoshop, que tenha bom relacionamento com a equipe e que esteja disposto a aprender novos sistemas relacionados à área de tecnologia e informática.”

Note que aqui os recrutadores procuram uma pessoa autodidata, conscienciosa, com bom relacionamento em grupo e disposta a aprender novas tarefas, além de algumas habilidades técnicas como a proficiência em sistemas Microsoft Office e no Adobe Photoshop.

Use os mesmos termos ou sinônimos para montar um currículo, demonstre com exemplos de experiências anteriores que você se comporta seguindo regras éticas, trabalha sem a necessidade de supervisão constante, tem um bom relacionamento interpessoal e que é interessado em adquirir novas habilidades.

Para cada função a que você se candidata, adapte a seção de habilidades e competências de seu currículo para que as informações incluídas correspondam às habilidades mencionadas na descrição do trabalho.

Em um currículo funcional, é interessante fazer isso no sumário de qualificações, mas para um currículo cronológico que não leva essa seção, o candidato pode incorporar suas habilidades na seção de experiência, ao descrever as tarefas e responsabilidades dos papéis que ocupou no passado.

Por exemplo (usando a mesma descrição de anúncio anteriormente):

“Único responsável por um quiosque de café onde abria, atendia os clientes e repassava o fluxo de caixa ao dono”
Aqui o candidato indica que é autodidata, mesmo não utilizando esta palavra.

“Encarregado de coletar e administrar o dinheiro do evento de arrecadação de fundos dos estudantes da minha escola.”
Aqui o candidato se mostra consciencioso, responsável e organizado.

“Membro da Cipa – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes da Empresa X, organizando treinamentos e auxiliando na identificação de riscos junto ao comitê por 3 anos.”
O candidato mostra que sabe trabalhar em grupo.

“Estudei um curso on-line sobre Excel e Word para atualizar minhas habilidades.”
Aqui o candidato mostra que tem interesse em aprender novas tarefas.

Usando desses artifícios, o seu currículo torna-se muito mais chamativo e interessante para os gerentes de contratação.

Exemplos de habilidades e competências para adicionar ao seu currículo

As habilidades usadas como palavras-chave que você inclui em seu currículo e cartas de apresentação farão com que o seu documento seja mais facilmente selecionado pelos empregadores.

Mas se você utiliza um banco de dados, sites de empregos ou outros meios para disponibilizar seu currículo a diversos contratantes, fica impossível saber quem se interessa pelo seu perfil e assim utilizar as palavras chaves certas para chamar a atenção, no entanto, assim como as habilidades específicas de trabalho, existem várias habilidades gerais muito valorizadas que quase todos os empregadores desejam.

Existem algumas habilidades e qualidades que os empregadores exigem de todos os candidatos a emprego, independentemente da posição para a qual estão contratando.

Geralmente estas são habilidades comportamentais, incluindo atributos interpessoais necessário para ter sucesso no local de trabalho. Eles também incluem habilidades profissionais que são essenciais para o sucesso no ambiente laboral.

Claro que as habilidades técnicas são essenciais, mas como já dissemos anteriormente, isso depende da posição que você se candidata, no entanto, algumas Hard Skills são praticamente fundamentais para qualquer posto de trabalho. Atualmente, quase em todas os cargos exigem do colaborador saber ler e escrever, digitar, acessar a internet, entre outros.

A seguir, veremos alguns exemplos de habilidades e competências para adicionar no currículo:

    • Habilidades Analíticas

Os funcionários precisam ser capazes de se instigar a criatividade, o pensamento crítico, analisar dados e descobrir as coisas, então você precisará ter algumas habilidades analíticas para ter sucesso no local de trabalho.

    • Habilidades de Comunicação

É fundamental a capacidade de se comunicar efetivamente com outros funcionários, gerentes e clientes, seja pessoalmente, on-line, por escrito ou por telefone.
Saber ouvir, utilizar adequadamente a linguagem corporal, seja claro, conciso e confiante, usar um tom amigável fará você parecer acessível. O contato visual também é importante; você deve olhar a pessoa nos olhos para demonstrar que está focado na pessoa e na conversa.

    • Competências Interpessoais

A capacidade de se conectar com as pessoas supera diversas outras habilidades, no entanto, estas são melhores avaliadas durante as etapas presenciais, por isso é importante se preparar para a entrevista, para que você fique o mais confortável e confiante possível ao ser entrevistado.
Alguns bons exemplos são: bom ouvinte, cauteloso, colaborativo, crítico, prestativo, encorajador, flexível, confiante, respeitoso, persuasivo, paciente, motivado, sensível, simpático, tolerante, responsável, compromissado, etc.

    • Perfil de Liderança

Quando as empresas contratam funções de liderança, elas procuram candidatos hábeis para interagir com sucesso com funcionários, superiores e clientes. Mesmo que você não esteja se candidatando a cargos de gerência, a liderança é uma habilidade valiosa para trazer ao empregador.
Saber ser positivo, solucionar problemas, tomar decisões rápidas, motivar pessoas, delegar funções, dar feedbacks constantes e comunicar-se de forma eficaz são atributos essenciais para bons líderes.

    • Habilidades para Trabalhar em Time

Os empregadores desejam funcionários positivos, mesmo em circunstâncias estressantes e desafiadoras. Eles querem contratar candidatos que cooperam com a equipe e com a empresa, mantenha uma atitude flexível, mostre-se dedicado e disposto a contribuir sempre mais

O candidato precisará inserir tanto habilidades e competências técnicas quanto pessoais e comportamentais em seu currículo profissional para a maioria dos trabalhos, é importante mostrar aos empregadores que você tem as aptidões de que precisa quando está se candidatando e fazendo entrevistas para empregos.