Criador curriculo online

Seção de experiência profissional no currículo

Saiba como estruturar a sua seção de experiência profissional e demonstrar o que realmente importa.


Formular um currículo profissional é uma tarefa por muitas vezes difícil, principalmente quando aparece a vaga do seus sonhos.

As pessoas tendem a ficar receosas sobre o que escrever para destacar suas qualidades frente a tantos profissionais detentores de experiências laborais relevantes.

É verdade que escrever um currículo pode ser assustador, principalmente quando não temos a maior experiência de mercado para relatar, no entanto, ainda é possível demonstrar em curtas palavras todo o potencial que você possui e mostrar que você é a pessoa perfeita para preencher a vaga oferecida.

Se você quer descobrir como valorizar a sua experiência profissional no currículo, então este é o artigo certo para você. Leia este post e saiba tudo o que é necessário para se destacar em uma das seções mais importantes do histórico de um candidato.

Escreva a seção de experiência profissional no currículo

Nos dias de hoje encontramos diversos modelos de currículo para preencher em sites da internet, é verdade. Mas será que eles têm a capacidade de destacar e enaltecer com clareza as qualificações individuais de cada candidato?
Provavelmente a resposta para esta pergunta é não!

Isso não significa que você não possa usar exemplos de currículos profissionais como inspiração ou até mesmo copiá-los da web. Inclusive, nosso site fornece inúmeros exemplos para que os internautas tenham uma base sólida e diversificada no momento em que decidirem criar os seus perfis profissionais.

No entanto, a etapa de adaptação é fundamental, assim como cada candidato é único, cada currículo também será.
Em outros artigos já exploramos muito sobre o tema relacionado a estrutura de um CV o que deve ser inserido dentro de cada seção correspondente.

Uma das seções mais relevantes para escrever o documento é, sem dúvida alguma, a que corresponde à experiência profissional do candidato.

Quando você está escrevendo um currículo, a seção de experiência de mercado fornece aos recrutadores informações detalhadas sobre o seu histórico de empregos. Este é o coração real do seu perfil escrito, afinal, quanto mais anos você estiver empregado, mais decisões você terá que fazer sobre o que incluir e o que deixar de fora nesta etapa.

Todo mundo sabe que o documento não deve ser muito extenso, pois os avaliadores de perfis e gerentes de contratação geralmente demoram segundos para analisarem currículos de diversos tipos, mas de qualquer forma, os dados deverão ser completos e refletir uma ideia geral de quem é você no mercado de trabalho.

Esta seção do seu currículo é onde os empregadores procurarão saber quais empregos e cargos foram ocupados por você no passado e darão aos contratantes um senso de seu arco de carreira e vivência em um ambiente laboral.

Independente do tipo de emprego que você exerce, exerceu ou até mesmo se não possui experiência suficiente no mercado de trabalho, é importante dedicar parte do seu tempo para construir uma seção atrativa e interessante aos olhos de quem lê o currículo, por isso, mãos à obra e vamos começar dandos as principais dicas sobre o que incluir nesta etapa.

Como colocar sua experiência profissional no currículo

Uma tarefa extremamente ardilosa é como mostrar a sua experiência profissional no currículo, principalmente se você é um candidato cheio de histórias para contar e que já trabalhou em muito cargos diferentes e empresas distintas.

O ideal é que você queira que a seção de experiência profissional de seu perfil escrito tenho o objetivo principal de demonstrar o seu crescimento no mercado de trabalho. Ao longo de sua carreira até agora, você certamente adquiriu muitas habilidades, competências e responsabilidades diferentes, certo?

Esta seção demonstrará como você se desenvolveu como candidato, além de dar a sensação de que você é uma pessoa ambiciosa que está sempre disposta a aprender novas funções.
Se a sua trajetória de carreira tomou algumas reviravoltas, isso pode contextualizar uma pausa no currículo profissional, mas não se preocupe; até mesmo um caminho em zigue-zague pode demonstrar um crescimento promissor.

Alguns dos candidatos mais fortes são aqueles que conseguiram adquirir habilidades em outros campos aparentemente não relacionados com os que estavam habituados. É tudo sobre como você apresenta as informações.

Também é permitido deixar de fora os trabalhos que não se encaixam na história que você está tentando dizer ao gerente de contratação. Lembre-se que em artigos anteriores já foi enfatizado a importância de adaptar o currículo para cada vaga de emprego que o candidato for concorrer, você deve enfatizar as habilidades e experiências relacionadas à vaga que está tentando preencher, mostrando que tem os atributos que o tornam um forte candidato para exercer determinada função.

A seção de experiência de trabalho do seu currículo vai criar ou destruir a oportunidade do candidato ser chamado para a entrevista. Ela precisa incluir pontos relevantes que comprovam – das centenas de candidatos inscritos – que você é a pessoa que os gerentes de contratação devem considerar primeiro.

Liste as empresas e companhias para as quais trabalha ou já trabalhou, as datas de emprego, os cargos que ocupou e para cada posição ocupada que julgar relevante, faça uma lista com marcadores de responsabilidades e conquistas.
Estágios, empregos de verão e empregos temporários, além de cargos permanentes, podem ser incluídos nesta parte do seu currículo.

Você não precisa incluir todos os trabalhos que realizou, especialmente se tiver vários anos de experiência ou tiver trabalhado em campos não relacionados com o emprego que deseja agora. Os funcionários iniciantes, que não têm muita experiência no trabalho, devem incluir todos os trabalhos possíveis, enfatizando as habilidades que correspondem à lista de empregos.

Mas depois de ter trabalhado por mais de 10 anos, você poderá descobrir que alguns de seus empregos anteriores são menos relevantes para sua carreira atual, sendo assim, é totalmente natural deixar essas posições de fora ou agrupar experiências anteriores em um formato muito truncado no final do seu currículo, do contrário, o documento ficaria muito extenso e chato de ler.

O que incluir na seção de experiência profissional

Primeiramente marque esta seção do currículo como “Histórico de Trabalho”, “Experiência de Trabalho”, “Experiência de Emprego”, “Histórico de Emprego” “Experiência Profissional” ou qualquer outro título que, de forma concisa, revele o que a seção envolve.

Esta parte deve incluir somente a experiência pela qual você foi pago, isso significa os trabalhos remunerados, incluindo cargos em tempo integral, empregos de meio período, trabalho autônomo, estágios e projetos dos quais você fazia parte temporariamente. Não inclui trabalhos voluntários ou qualquer outro tipo de trabalho de caridade não remunerado.

Se você sente que há experiências não remuneradas que o gerente de contratação deve conhecer sobre o seu histórico, tais informações devem ser inseridas em outra seção, a qual pode ser rotulada como “Experiência Relevante” ou “Outras Experiências”. Escreva-a da mesma forma que o histórico de trabalho
Aqui estão algumas coisas que você NÃO pode deixar de fora da sua seção de histórico de trabalho:

  • Nomes das organizações em que você trabalhou
  • Cidade e estado de cada organização
  • Posições e / ou títulos que você possuía (Em caso de promoção, é considerável listar apenas a última posição ocupada)
  • Períodos de emprego para cada trabalho, escritos com data
  • Breve descrição e / ou lista de responsabilidades

O candidato pode, inclusive, adicionar promoções, mas somente se não tornar o currículo muito longo. O seu currículo deve ser apenas de uma página (duas no máximo, se você tiver muita experiência ou estiver se candidatando a uma posição executiva).
Os detalhes do seu crescimento e tudo o que você gostaria de escrever no papel devem ficar para a etapa da entrevista presencial, quando estiver sentado em frente ao gerente de contratação é a hora de poder fascina-lo com sua conduta impecável e crescimento promissor.

Dicas para escrever sua experiência de trabalho anterior

Uma parte muito importante da seção de experiência de trabalho é encontrar a melhor maneira de listar suas contribuições em empresas que já prestou serviços anteriormente. Seja preciso e conciso. Realce as informações relevantes relacionadas à posição para a qual você está se candidatando.
Aqui vão algumas dicas que ajudarão você a elaborar a seção de experiência profissional do currículo com maestria:

  • Destaque experiências recentes
    Normalmente, um currículo terá informações sobre seus mais recentes anos de experiência (de 10 a 15 anos ou 3 últimos empregos). Além desse período, você não precisa incluir detalhes, a menos que as posições sejam relevantes para sua carreira atual.
    Em alguns setores, incluir a experiência que remonta mais de 10 ou 15 anos pode realmente prejudicar os candidatos. Por exemplo, em tecnologia, se o candidato citar as tarefas que se concentrava em tecnologias antigas e ultrapassadas, poderá parecer preso no passado, mesmo que tenha mantido suas habilidades atualizadas. Isso não é atraente do ponto de vista dos contratantes.
  • Faça uso da voz ativa
    A voz ativa traz a ação centralizada nas frases utilizadas para compor o seu documento, tornando a leitura mais direta e rápida.
    É importante começar pelos pontos mais importantes, evitando verbosidade e hipérboles, em geral, empregue brevidades, mas cuidado. Evite cometer o erro de simplesmente listar tarefas. Você quer usar esta seção para destacar suas habilidades e realizações, portanto, o ideal é usar palavras de ação de retomada e concentrar-se em demonstrar que você ajudou a empresa a resolver seus problemas e atingir suas metas.
  • Use palavras-chaves
    Encontrar as palavras-chave certas e usá-las de maneira correta é crucial para que seu currículo seja facilmente encontrado, por isso é fundamental o candidato utilizar tais palavras na composição da redação.
    No meio online isso por ajudar demais, basta o candidato utilizar com coerência os mesmos termos essencialmente utilizados na descrição do cargo anunciado e nas atribuições requeridas para a posição.
  • Evidencie seus resultados
    Uma das formas de ganhar o recrutador é vendendo suas principais conquistas através de evidências concretas, mostrar números e porcentagens atrativas são ótimas maneiras de ganhar a atenção em um currículo.
    Se a sua experiência profissional é recheada de realizações e prêmios importantes, por que não transmitir um pouquinho disso para o papel?
    Com certeza será um ponto positivo a ser discutido durante a etapa das entrevistas. Todo mundo sabe que nenhuma conquista é fácil, a trajetória para superar qualquer desafio já demonstra um candidato no mínimo corajoso, perspicaz e comprometido.
    Sempre edite o seu histórico profissional

Edite sua seção de histórico profissional para que seja relevante no emprego ao qual se candidata e apenas para esse trabalho. Isso pode significar reorganizar detalhes ou adicionar certas conquistas para uma vaga específica. Ou você pode ter que deixar de fora certas conquistas e salvá-las para uma posição diferente. É por isso que é uma boa ideia manter várias versões do seu currículo para acomodar suas habilidades sempre que desejar.

Estruturação da experiência profissional em um currículo

Embora não exista uma regra concreta para formatação desta seção, você deseja encontrar um design atraente para os olhos. Muitos candidatos vão com colunas e marcadores, listando as informações como nome da empresa, datas e posição à esquerda e descrições e tarefas à direita.

Há muitas maneiras de apresentar sua experiência profissional e as informações sobre cada trabalho em um currículo. Um criador de currículo pode ajudá-lo a escolher um design que funcione para você. Seja qual for o estilo e o formato que você selecionar, certifique-se de ser consistente.

Vamos agora ver um exemplo da seção de experiência profissional no modelo de currículo fictício criado para o artigo em especial:

Experiência Profissional:

Companhia SAX Brasil, Maceió-AL: Junho 2014 > Outubro 2017
Cargo ocupado: Analista de Sistemas
Principais atividades: Desenvolvi websites para vários clientes, com ênfase em designs de ponta focados no usuário. Aprimoramentos de dados, produtos e design implementados, otimização e marketing de mecanismos de pesquisa, monitoramento das estatísticas do site para otimizar a visibilidade.

  • Aumentei o tráfego do mecanismo de pesquisa em 25%, as páginas por sessão em 18% e dupliquei a receita do sites em relação ao ano anterior
  • Treinei 5 novos membros da equipe em estratégias eficazes de relacionamento com clientes
  • Implementei melhorias no site do empregador que aumentaram a lista de clientes em 45% no ano fiscal de 2016

Note que este exemplo contém os cinco pontos principais necessários para a composição da seção de experiência profissional, como o nomes das organizações trabalhadas e locais, cargo exercido, períodos de emprego e descrição das responsabilidades.

Lembre-se de usar verbos ativos e realizações com marcadores tangíveis, use exemplos oferecendo argumentos persuasivos da sua experiência profissional, essa é a sua melhor chance de adequação ao cargo.