Criador de curriculo

Referências em um CV

Saiba quando é o melhor momento para incluirreferências em seu CV e como fazê-la

Quando se trata de fazer um currículo, muitos candidatos ficam em dúvida sobre quais informações adicionar no documento.

As referências em um CV, por exemplo, podem ajudá-lo ou não a conseguir o tão sonhado emprego. Esta lista consiste na relação das pessoas com as quais o empregador pode entrar em contato para obter mais informações sobre você.

Referências agem como um endosso de terceiros, a listagem é usada ​​pelos gerentes de contratação como garantia de que você é quem você diz que é e que fará por eles o que você afirma ter feito por seus empregadores anteriores.

Existem diversas situações onde os candidatos não necessitam adicionar uma lista de referências no currículo, mas em outros casos, este pode ser um caminho para confirmar suas qualificações para uma posição ofertada no mercado de trabalho.

De qualquer maneira, é importante preparar suas referências adequadamente.
Neste artigo vamos analisar em quais cenários a lista de referências é uma estratégia ideal para chegar mais perto de uma entrevista de emprego e como você deve escrevê-la em seu CV.

Referências no CV: quando adicioná-las e quando excluí-las

Apesar de uma lista de referências fortes poder ajudá-lo na busca por um trabalho, isso não significa que você deve incluir automaticamente uma no seu currículo.

Se você consegue facilmente impressionar seus potenciais empregadores com um bom currículo pronto e convencê-los de que você é a melhor pessoa para o trabalho, parabéns. Mas saiba que isso não quer dizer que você pode se dar bem com referências mal preparadas.

Embora seja importante ter pessoas que possam atestar suas habilidades e competências em um cargo anterior, oferecer uma lista de referências no CV desde o início durante uma busca de emprego nem sempre é a melhor política.

Antigamente costumava ser o protocolo padrão incluir referências em um currículo. Duas referências costumava ser a norma. No entanto, o pensamento sobre isso mudou. Agora muitos optam por deixar de lado esses detalhes, afinal de contas, o currículo tem o objetivo principal de conseguir uma primeira entrevista, logo, as referências não são necessárias no início do processo de recrutamento.

Geralmente, elas são necessárias apenas no final do processo de seleção. Como candidato a emprego, você pode ter uma, duas ou até três entrevistas ou avaliações para passar.

Conforme você avança nos estágios progressivos do processo de recrutamento, é provável que você pense em pessoas diferentes que poderiam atuar como árbitros ao seu favor.

O contratante gasta segundos para olhar um currículo. O tempo e o espaço são preciosos, por isso não desperdice-os em detalhes técnicos desnecessários como as referências se você acredita ter qualificações superiores a estes detalhes. Quase todos os empregadores não exigem referências antecipadamente.

Todos precisarão fornecer uma referência em algum momento. É melhor usar o espaço do seu currículo para convencer o empregador a ligar para você e durante uma entrevista, forneça evidências demonstráveis ​​das suas conquistas.

Os RHs não têm tempo para entrar em contato com todas as listas de referências dos aspirantes; é muito mais eficiente esperar até que tenham reduzido o pool de candidatos antes de pesquisar mais sobre eles.

Se uma publicação de emprego não solicitar referências, a resposta é simples: não liste nenhuma referência em seu currículo ou envie referências com o seu formulário de emprego.

Mesmo que você confie na sua seleta lista para fornecer uma forte recomendação sobre seu profissionalismo há sempre a chance de que não o façam como esperado, em segundo lugar, estas mesmas referência podem já ser conhecidas e não sejam respeitadas pelos membros do comitê de contratação que estarão revisando sua currículo.

Quando a publicação de emprego solicitar referências, siga as instruções na publicação de emprego.

Portanto, se o seu currículo ainda contiver referências, talvez seja a hora de eliminá-las. Mas nos casos em que você chegue a um ponto no processo de contratação e o gerente solicitar que você forneça uma relação de pessoas, saiba qual é a melhor maneira de apresentá-las.

Como colocar as referências no CV

Apesar de não ser recomendável escrever as referências no CV, é possível ser solicitado que você forneça uma lista.

No meio acadêmico, por exemplo, os recrutadores preferem saber sobre o candidato através do curriculum vitae, enquanto os currículos normalmente são breves e limitados a uma ou duas páginas, um CV pode ser muito mais longo e incluir mais detalhes sobre o trabalho da sua vida.

Como tal, é perfeitamente aceitável incluir uma folha de referência no seu currículo; formate-o de maneira profissional para apresentar a melhor imagem possível.

Independente do meio em que se pretende trabalhar, para desenvolver a lista de referências, você deve saber:

Se a lista de empregos solicitar o CV e lista de referências, crie uma lista separada e envie 2 documentos;

  • Incluir a listagem de pessoas na última página do CV, mantenha todas as referências em uma única página, opte por 3 a 5 nomes
  • Declare claramente que trata-se de uma folha de referência colocando um título no centro da página que mostre isso ao recrutador, exemplo: “Lista de referência para XYZ Company”
  • Primeiramente adicione suas informações de contato como nome, endereço, cidade, estado, CEP, telefone e e-mail, cada um em uma linha distinta
  • Para escrever as referências inclua o nome, título da pessoa, o relacionamento profissional que tiveram (por exemplo, membro de equipe, cliente, gerente), endereço, telefone e e-mail
  • As informações de contato podem ser justificadas à direita ou à esquerda, de acordo com sua preferência pessoal
  • Insira dois espaços após a primeira descrição e adicione outra referência usando o mesmo formato
  • Se o seu possível empregador solicitar um número específico de referências, inclua esse número exato, mostrando que você sabe como seguir instruções
  • Liste as referências com maior probabilidade de fornecer uma recomendação brilhante no topo da sua lista, levando em consideração o trabalho ao qual se candidata.


Outra forma de mencionar que você pode entregar uma listagem de pessoas para o recomendarem é simplesmente afirmar no currículo que “Referências estão disponíveis mediante solicitação”.

Quem você deve listar como referência

Quando for necessário incluir referências no CV, os candidatos devem escolher tipicamente seus antigos empregadores ou conhecidos de negócios mais recentes. Entretanto, com o avançar do processo, talvez você pense em pessoas que possam ajudá-lo a enfatizar as características mais importantes para o cargo.

A primeira coisa a fazer é conversar com suas possíveis referências e obter sua permissão antes de incluí-las no documento, deixe-os saber que podem ser contatados em algum momento. Isso também fornece tempo para que pensem coisas positivas a dizer sobre você.

Quando você entrar em contato com estas pessoas, sempre verifique se você tem o endereço correto, confirme o e-mail e número de telefone, pois você precisará fornecer informações precisas em seu currículo.

Não se esqueça de fornecer algumas informações sobre o trabalho para o qual você se inscreveu, isso ajudará a pessoa a relacionar sua experiência ao trabalho e fornecer a melhor referência possível. Preferencialmente, mostre seu currículo atualizado ou uma lista de suas habilidades e qualificações.

Selecione profissionais que tenha tido bons resultados em grupo e boa relação. Escolha apenas pessoas que você conhece que lhe darão uma recomendação positiva.

A maioria dos empregadores verificará pelo menos uma de suas referências, normalmente seu empregador mais recente, por isso é importante que você escolha as pessoas certas e responsivas que possam atestar suas práticas de trabalho.

Se você está empregado, nem sempre quer compartilhar sua decisão de buscar outras oportunidades. Se precisar manter sua busca de emprego em segredo do seu empregador atual, é melhor não pedir referências a nenhum de seus colegas de trabalho, mesmo que pareçam confiáveis ​​e investidos em seu sucesso.

Referências pessoais não são aconselháveis ​​porque são mais prováveis ​​de serem positivas.
Boas referências incluem ex-empregadores, conhecidos de negócios, professores, gerentes, supervisores, clientes e fornecedores ou outros contatos não pessoais com os quais você trabalhou. Se você não tem muito em termos de experiência de trabalho, é aconselhável usar um dos seus tutores.

Exemplos de referências no CV

Abaixo encontramos exemplos de lista de referência no CV. Você pode usá-lo como um modelo para sua própria listagem.

Lista de referência

Seu nome
Endereço
Cidade, Estado, CEP
Telefone
e-mail

Referências

Nome da Pessoa
Cargo
Nome da empresa
Endereço
Cidade, Estado, CEP
Telefone
e-mail

Exemplos de referências:

Luís Eduardo Cavalcante
Gerente de Recursos Humanos
Empresa XYZ
Avenida Nações Unidas, 1000
São Paulo, SP, 11900-000
(11) 99999-XXXX
luis.cavalcante@xyz.com

Jorge Martins
Cliente de conta executiva
Companhia KL
Rua João Gurgel, 3000
Florianópolis, SC, 10000-000
(48) 9999-XXXX
j.martins@email.com

Dependendo das habilidades que você precise enfatizar, faz sentido buscar referências de pessoas que estejam relacionadas à estas competências específicas e que possam atestar sua capacidade para o trabalho em questão.

Não se esqueça de pedir a um amigo que examine seu currículo e a lista de referências para verificar se há erros de digitação ou outros problemas que você pode ter esquecido.

Boa sorte.