Currículo de Técnico de Segurança do Trabalho

Comece agora mesmo a escrever seu currículo de Técnico de Segurança do Trabalho

Faça o seu CV agora

Modelo de currículo de Técnico de Segurança do Trabalho

Ideias e conselhos para o currículo de Técnico de Segurança do Trabalho

A preocupação com o bem-estar e a segurança dos profissionais é cada vez mais frequente nas empresas brasileiras. Para eliminar riscos de acidentes, surgiu no mercado a profissão de Técnico de Segurança do Trabalho.

O Técnico de Segurança do Trabalho é um especialista na análise de causas prováveis de acidentes de trabalho, elaborando ainda soluções para evitar esse tipo de ocorrência.

É ele que inspeciona as atividades de uma empresa, orientando os funcionários sobre a forma mais segura de realizar suas tarefas, tendo ainda o papel de fiscalizador do comportamento humano, como o uso correto dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual).

Para ser Técnico de Segurança do Trabalho é preciso fazer uma especialização na área, que pode ser tanto um curso técnico, um tecnólogo ou uma pós-graduação para aqueles que já tem graduação.

No Brasil, existem regulamentações que indicam que, dependendo do grau de risco da atividade de uma empresa e o número de funcionários, é obrigatório ter um ou mais Técnicos de Segurança do Trabalho, o que faz dessa uma profissão com grande demanda.

Mas para se destacar, é preciso contar com um bom currículo de Técnico de Segurança do Trabalho. Para te ajudar a elaborar o seu, confira dicas práticas a seguir!

Conselhos essenciais para o teu curriculum vitae

Formato

Currículo cronológico ou combinado

Design

Currículo tradicional

Foto

Não

Seções principais

    Obrigatório

  • Dados pessoais
  • Experiência profissional
  • Formação acadêmica
  • Habilidades

    Opcional

  • Idiomas
  • Certificações
  • Trabalho voluntário
  • Estágios
Tamanho do currículo

1-2 folhas A4

Formato

Existem três tipos de formato de currículo que são mais aceitos pelo mercado de trabalho. Para vagas de Técnico de Segurança do Trabalho, é possível escolher entre duas opções: o currículo cronológico e o currículo combinado.

O currículo cronológico é indicado para quem tem mais experiência profissional, já que ele dá uma visão geral das empresas que a pessoa trabalhou, as funções realizadas e o período que o contrato durou.

No currículo combinado, além da experiência profissional, há um destaque de igual proporção para as habilidades do candidato. Normalmente, esse formato é recomendado para quem ainda não conta com muitos registros na carteira, valorizando outras competências

Design

Um Técnico de Segurança do Trabalho trabalha em ambientes bastante formais. Por isso, na hora de elaborar o seu currículo, foque em um design mais clean e organizado.

Você pode usar cores diferentes para os títulos das seções, prezando sempre pela legibilidade do documento.

Foto

Um currículo de Técnico de Segurança do Trabalho não costuma contar com foto, já que essa não é uma exigência usual da área.

Seções principais

Independentemente do formato escolhido, o documento deve ter as seguintes seções:

  • Dados pessoais
  • Experiência profissional
  • Formação acadêmica
  • Habilidades (somente currículo combinado)

Se necessário e relevante, você também pode adicionar algumas dessas seções ao seu currículo:

  • Idiomas
  • Certificações
  • Trabalho voluntário
  • Estágios

Tamanho do currículo

O currículo para Técnico de Segurança do Trabalho deve ter de 1 a 2 páginas A4.

O ideal é resumir tudo em uma só folha, mas caso suas experiências profissionais ocupem muito espaço, não é problema estender o currículo para duas páginas.

Seções para o currículo de Técnico de Segurança do Trabalho

Para um bom currículo de Técnico de Segurança do Trabalho, o primeiro item a ser apresentado são os seus dados pessoais, com nome, endereço e formas de contato.

Na sequência, você pode inserir o objetivo profissional, que é um breve resumo de suas metas como Técnico de Segurança do Trabalho. Esse item é opcional, por isso cada candidato pode definir se deseja apresentar o objetivo profissional ou não.

Feito isso, você pode passar para as outras seções do currículo:

Experiência profissional

Na área de Segurança do Trabalho, a experiência profissional é um fator bastante valorizado.

Nesse caso, tanto no currículo cronológico quanto no funcional, a apresentação das experiências é feita de forma inversa, ou seja, da mais recente para a mais antiga.

Quem tem muitos registros como Técnico de Segurança do Trabalho pode optar por apresentar somente as três mais relevantes, identificando quantos anos de profissão vivenciou.

Se você tiver poucos registros na área, mas contar com experiência em outros segmentos, pode inserir no currículo os três últimos registros e dar uma atenção especial para a seção de habilidades.

Educação

Como Técnico de Segurança do Trabalho, a formação acadêmica também tem papel importante. É nesse espaço que você vai apresentar o que estudou ao longo da vida.

Além da formação tradicional, que vai no ensino básico à graduação, você deve apresentar o curso realizado que permite atuar como Técnico de Segurança do Trabalho. Nessa profissão, é obrigatório ter o curso adequado para trabalhar.

Lembre-se de fazer a formatação da maneira correta, identificando o nome da escola, o curso realizado e o período de duração dos estudos.

Habilitações

Por fim, as habilidades são as características que você tem que podem se úteis para o dia a dia da profissão de Técnico de Segurança do Trabalho.

No currículo cronológico essa seção não é necessária, mas no modelo combinado é fundamental e pode fazer toda a diferença para o recrutador optar por um candidato.

Não se esqueça de citar habilidades e competências que tenham relação com a profissão, para aumentar suas chances de sucesso. Alguns exemplos são:

  • Conhecimento das ferramentas de gerenciamento do sistema de segurança;
  • Facilidade para mobilizar pessoas na realização de metas de segurança;
  • Boa comunicação com os membros das equipes;
  • Vivência na gestão da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes);
  • Experiência no treinamento de profissionais sobre a segurança do trabalho.

Vocabulário específico e conselhos de redacção

Para facilitar a elaboração textual do seu currículo, conheças as palavras-chave e os verbos mais utilizados na área de Segurança do Trabalho.

Palavras chave

  • Segurança
  • Cuidado
  • Análise
  • Riscos
  • Proteção
  • Avaliação
  • Acidente
  • Prevenção
  • Metas
  • Orientação

Verbos de ação

  • Analisar
  • Avaliar
  • Elaborar
  • Criar
  • Planejar
  • Organizar
  • Orientar
  • Estabelecer
  • Verificar
  • Visualizar

Exemplo de CV de Técnico de Segurança do Trabalho

Exemplo de currículo de Técnico de Segurança do Trabalho

Experiência Profissional:

Indústria da Cidade
Técnico de Segurança do Trabalho.
2019 – 2020

Construtora de Imóveis
Técnico de Segurança do Trabalho.
2017 – 2019

Educação:
Escola da Cidade
Ensino Médio Completo
2015 – 2017

Central de Cursos da Cidade
Técnico de Segurança
2017 – 2018

Habilidades e Competências:
Facilidade para mobilizar pessoas na realização de metas de segurança;
Boa comunicação com os membros das equipes;
Vivência na gestão da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes).

Faça o seu CV agora
    Array